Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]







Não te iludas comigo sem antes saber tudo o que procuro numa mulher

Segunda-feira, 30.10.17

nao_te_iludas.jpg

Ninguém vê tudo numa pessoa ao primeiro encontro, ao primeiro contacto. Ninguém conhece totalmente uma pessoa sem tempo, sem muita convivência, sem momentos íntimos. 

 

Sei exatamente o que procuro numa mulher, sei exatamente aquilo que me preenche e daquilo que necessito para me sentir completo e realizado ao lado de alguém.

 

Estou sozinho precisamente por isso, por saber o que quero. E quero que tu também saibas bem o que eu quero. Não quero que ninguém entre iludido na minha vida para mais tarde me julgar por coisas que não prometi.

 

Eu sou o tipo romântico, sim. Gosto de tratar a mulher como uma princesa, mimar, dar afeto de todas as maneiras possíveis, ser gentil, cavalheiro e dar da minha presença sempre que possível.   

 

Mas também tenho o meu lado safado, extravagante, criativo e erótico. E, numa relação comigo, todo o romantismo tem de casar com a safadeza e criatividade. Não esperes o homem do ‘beijinho’ e do sexo simples.

 

Gosto de ‘aventuras’, prazer e criatividade sem limites. Para mim uma boa noite com o meu par começa com romantismo e acaba num lugar qualquer, com a maior excentricidade corporal. O amor no seu estado mais carnal.

 

Não esperes só romantismo de mim. Não me venhas com namoros (só de beijos) da adolescência. Já passei essa fase há muito tempo. Sei exatamente o que procuro.

 

Não vamos ser daqueles casais frustrados e de mau humor por falta de bom sexo. Não quero trair ninguém e, por isso, a pessoa que vier terá de vir completa, tanto para o amor como para a sexualidade, sem pudores, sem vergonhas e com muita fantasia.

 

Não vou querer saber dos homens que já tivestes no passado. Até podiam ser 20. Estou-me nas tintas para números. Quero-te completa para mim, para o amor e para a safadeza, e que todo esse teu passado sirva apenas como lição, para fazeres comigo tudo o que não fizeste com eles.

 

Darei exatamente o mesmo de mim, nessa proporção, onde entra o romantismo mais puro ao amor carnal mais excêntrico. Quero-te princesa na rua e puta na cama, assim mesmo, sem meias palavras.

 

Se não for para vires assim para mim, nem venhas! Será pura perda e desaproveitamento do tempo. E como eu detesto desaproveitar o tempo…

 

 

 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




subscrever feeds